Mulheres artistas no Brasil: um estudo sobre Marina Caram e Odilla Mestriner nos acervos públicos de São Paulo

RESUMO: A presente pesquisa tem como objetivo analisar as obras de Marina Caram (1925- 2008) e Odilla Mestriner (1928-2009) produzidas nos anos 60 e 70 e que pertencem aos acervos da Pinacoteca do Estado de São Paulo e do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Pretende ainda examinar os processos de musealização dessas obras e estabelecer interlocuções entre o trabalho dessas artistas e o de seus contemporâneos. Além disso, interessa-nos investigar as condições de produção de Mestriner e Caram na década de 60 e 70, considerando suas especificidades plásticas, técnicas e poéticas. Para isso, adotaremos uma postura que não concorda com a existência de uma suposta “identidade feminina”, pelo contrário, a noção de feminilidade será tomada como uma fala produzida histórica e socialmente

ABSTRACT: This research aims to analyze the works of Marina Caram (1925- 2008) and Odilla Mestriner (1928-2009) that were produced in the 60’s and 70’s and belong to the collections of the Pinacoteca do Estado de São Paulo and the Museu de Arte Moderna de São Paulo. It also aims to examine the musealization processes of these works and establish dialogues between the work of these artists and their contemporaries. In addition, we are interested in investigating the Mestriner and Caram production conditions in the 60’s and 70’s considering their plastic, technical and poetic specificities. For this, we will adopt a posture that does not agree with the existence of a supposed “female identity”, on the contrary, the notion of femininity will be taken as a speech produced historically and socially.

ACESSE O ARTIGO COMPLETO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: